domingo, 12 de maio de 2013

Tudo na paz!

Graças a Deus, tivemos um domingo de harmonia e alegria.
Eu caminhei e aproveitei o sol da manhã enquanto os que vinham do Rio não chegavam. O almoço estava uma delícia e, claro, tô de jaca até o joelho! rs...rs...rs... Ainda bem que entre a jacada do domingo e a pesagem da terça tem uma segunda para me redimir! rs...rs...rs... A minha raiva fica por conta da coca cola: desde a Páscoa eu não tomava refri e só hoje foram cinco copos de coca cola! Que saudade que eu estava... bem que o AA alerta: evite o primeiro gole! Deixa pra lá, não adianta chorar sobre o leite derramado!
Agora, os do Rio se foram e ficamos só nós de casa. Depois da missa ainda tem a parte doméstica da coisa: cachorro quente com bolo de laranja. Jesus me abana!
 
Hoje é Dia das Mães, mas na realidade todos os dias deveriam ser dia dessa criatura incrível que é a mãe. Como eu não sou mãe, tem coisas que eu não consigo entender, coisas de amor incondicional que só Deus e as mães têm... Tenho uma mensagem que não me canso de ler, já faz anos que eu a tenho e ela tem um lugar de destaque no meu mural de recados:
 
Abrace sua mãe. Reflita um pouco sobre o que é ser mãe: dores, angústias, alegrias, realizações, todos esses sentimentos misturados dentro do coração. Agradeça a Deus por todos os momentos que você pode desfrutar em sua companhia. Se sua mãe está longe ou já não está mais entre nós, ore a Deus por ela e faça chegar o seu amor onde ela estiver.” (Pe. Marcelo Rossi)
Mães não deviam morrer... na verdade, as pessoas que amamos não morrem, elas deixam de estar ao nosso lado para estar dentro de nós, no nosso coração. A gente sente saudades da presença física, mas ao mesmo tempo sente o coração aquecido pela presença espiritual. Já vou levando escrito num cartão bem bonito os nomes de minhas avós, madrinhas e de minha sogra para colocar na cestinha das intenções da missa de hoje.

3 comentários:

✿ chica disse...

Que bom que teu dia também foi legal! Aqui acabou agorinha(postei no canteiros da vida) e apesar da gripe horrorosa, resisti bem.Valeu! Amanhã. tudo novamente, mas cada dia mais perto do Gordo chegar! Coisa boa! beijos,chica

Evanir disse...

Ainda é Dia Das Mães..
Às vezes, você se aborrece
Porque ainda sou criancinha
E sempre deixo marcas de dedos
Nos móveis da casa inteirinha.
Mas estou crescendo dia a dia
E logo adulto vou ser
E essas marcas de dedos
Vão todas desaparecer.
Agora deixo uma marca bem especial
Pra você nunca esquecer
Como eram meus dedinhos
Antes de eu crescer.
Agora somos adultos a saudade
que sentimos já é nossa dos nossos
pequeninos já adultos também.
Feliz Dia Das Mães com muito carinho.
Ser mãe de verdade é ser amiga
dos filhos é ser seu porto seguro.
Cabe a nós mães ser exemplo
ser espelho onde nossos filhos possa
contemplar e refletir passado e futuro
com muito amor e fé acima de tudo.
Mãe :fale do amor de Deus para seus filhos
só assim eles terão orgulho de chamar te de (Mãe)
Feliz Dia das mães carinhosamente, Evanir.
Tem mimo na postagem fique a vontade para levar de lembrança.

O meu pensamento viaja disse...

Esse pensamento é reconfortante, pensar que quem parte fica dentro de nós.
Infelizmente, há ocasiões em que tal é insuficiente. Então a saudade doi, como doi!
Beijo, querida.