quinta-feira, 13 de junho de 2013

Foco da semana... auto-avaliação... receita...

Acabaram-se as comemorações e já estou de volta no foco do cardápio!
E, falando em cardápio, minha amiga fez um novo, dessa vez com as refeições casadas do café da manhã até o jantar! Ela fez para sete dias e eu já comecei hoje! Estou animada e anciosa: animada por ter chegado à reta final e anciosa pra fazer a avaliação funcional. Chega sábado!
Hoje antes de ir para o pilates, fiz meia caminhada. Hoje trabalhamos com elástico e... que exercíciozinho puxado! Caraca... Ela mandou fazer 15 movimentos e eu só fiz 7 - metade... pra começar está bom, né? rs...rs...rs...
O foco dessa semana é fazer uma auto-avaliação: Por que eu quero emagrecer? Quais obstáculos tenho que enfrentar?
Na maioria das vezes, o que nos leva a querer emagrecer é a pressão social pela aparência física: queremos estar esbeltas! A questão da saúde é também determinante. Chega a hora que nos preocupa o colesterol, a hipertensão, problemas cardíacos...
Na busca por essa vida mais saudável, os obstáculos mais comuns são: dificuldade de se exercitar, fome emocional, farras alimentares e questões fisiológicas.
Quanta à atividade física, é tanta resistência... temos as tarefas domésticas, os filhos, o marido, trabalho fora e o dia todo... o que não faltam são desculpas! Se decidimos mudar nosso estilo de vida e elaborarmos um plano de exercícios, conseguimos! Pela manhã, por que não levar as crianças para um passeio pelo quarteirão de casa? Não é preciso caminhar 1 hora sem parar... Você está indo trabalhar: por que não anda até o ponto de ônibus seguinte? Na volta, desça do ônibus um ponto antes! Impossível se exercitar? Não! Basta querer!
Comer os sentimentos... estou triste, ansiosa, nervosa, preciso de um bombom, ou de uma fatia de torta de banana! Pode até melhorar na hora que comer, mas esse bem-estar passageiro logo vai se tranformar em culpa e, por se sentir culpada, você come mais e entra num círculo vicioso terrível! Sentimentos negativos? Um bom copo de água e uma volta na sua rua mesmo...
 
Já os sentimentos positivos acabam virando farra alimentar! É aniversário da vovó: vamos “comermorar”!  Ah... nasceu meu afilhado: vamos “comermorar”! Uma vez ou outra, nada de mal. E, se a família for grande e tiver aniversários todas as semanas? A gente vai “comermorar” o tempo todo!
As questões fisiológicas são mais complicadas pois as mulheres têm épocas em que ficam mais vulneráveis ao ganho de peso, mas isso não serve como desculpa. Um pouco mais de atenção à alimentação e um pouco mais de esforço e persistência. Uns mais rápidos, outros mais lentos, mas todos são capazes de contar sua história de sucesso!
 
E a minha é muito parecida com tantas outras já contadas e que irão contar ainda: em junho de 2012, o ortopedista recomendou que eu emagrecesse pelo menos 10kg para poder caminhar sem sobrecarregar meu joelho que já é dodóizinho! Eu bem que tentei mas faltava uma motivação real, palpável, visível! O que acionou minha motivação foi essa foto que tirei no início de outubro, no batizado do netinho da amiga que está comigo na foto! Eu quando vi essa foto fui correndo procurar o VP!
 
Comecei cheia de pique mas consciente de que os obstáculos e desafios viriam em breve... meu aniversário em novembro, festas de fim de ano, festas de aniversariantes do mês no Centro Esportivo, reuniões sociais... tudo sempre regado à guloseimas das mais deliciosas. Fácil lidar com tudo isso? Não! Algumas pessoas até disseram “deixa pra começar depois das festas”, mas e as outras festas? A gente tem que aprender a lidar com os obstáculos e encarar de frente os desafios! No intervalo entre o alongamento e a hidro eu sempre como uma fruta. No dia da festinha dos aniversariantes, eu já deixo meu almoço prontinho, como minha fruta no intervalo e na festinha escolho uma guloseima e, na do mês passado, eu só tomei um copo de Ades!
Eu resisti um pouco a abrir mão de três hábitos que se mostraram totalmente desnecessários: comentei aqui num post... Todos os dias, depois do almoço eu tinha que tomar nem que fosse meio copo de refrigerante; à tarde, o lanche (café e pão com requeijão) era sagrado! Às 4h, eu esticava a toalha na mesa e lanchava; à noite, eu não ficava sem chocolate! Na semana em que o foco foi mudar hábitos poucos saudáveis, eu me enchi de coragem e me propus a terminar com esses hábitos e descobri que eram mesmo só hábitos! Raramente tenho tomado refrigerante... o lanche? Quando estou com fome, tomo uma xícara de café com leite! Nunca mais comprei requeijão! O chocolate à noite foi mais difícil, mas estipulei uma cota para a semana (3 almofadinhas 15g por semana) e só comia quando a vontade apertava e essa última semana só comi 5g!
Não é fácil, mas também não é difícil e muito menos impossível, como eu muitas vezes declarei! Dos 10kg que o ortopedista me mandou emagrecer, já se foram 12kg! Eu estava usando manequim 52 arrojado e caí para o 48! Essa minha amiga de Rio das Ostras (a da foto) não me vê desde aquele fatídico dia e, em agosto, chega o outro netinho e ela nem vai acreditar quando eu chegar lá! E preciso fazer outra foto com essa blusa vermelha pra mostrar o antes e o depois! Aguardem!
Hoje vou dar uma receita que faz tempo eu não faço mas que é deliciosa!
 
Doce de Abóbora Light
Ingredientes: 1kg de abóbora moranga(a da história da Cinderela) descascada e cortada em cubos; 500g de cenoura crua ralada; ¼ de xícara de adoçante culinário(eu uso o Tal e Qual), 2 colheres(de chá) de essência de coco e cravos da índia.
Modo de fazer: Cozinhe a abóbora, com os cravos da índia e pouca água, até que a abóbora amoleça. Escorra a água e amasse a abóbora com um garfo. Volte o purê de abóbora para a panela e acrescente a cenoura ralada, a essência de coco  e o adoçante. Cozinhe mexendo até soltar do fundo da panela.
Essa quantidade dá 10 porções para comer sem culpa!
Dia 12 de julho vamos ter nossa festa junina no Centro Esportivo e eu vou levar esse doce! Vai ser um sucesso!
 

4 comentários:

✿ chica disse...

É verdade,Tetê. Se formos olhar, sempre achamos desculpas pra comemorar, festejar e assim a balança sobe,rs. Tu está muito bem, perdeste 12 ,imagina! Tua amiga vai cair quando vocês se reencontrarem. Legal! Segue firme@! beijos,chica

O meu pensamento viaja disse...

Admiro a sua determinação e perseverança. É um verdadeiro exemplo.
Beijo

Luma Rosa disse...

Oi, Tetê!!
Em um ano você emagreceu 12kg, parabéns!!
A sua amiga da foto se parece muito com a minha sobrinha. Sei que não é ela pois mora em outro país :)
Você teve força de vontade para alcançar a sua meta, mas sabe que dieta é para a vida toda! Sei que comer duas colheres de sopa de aveia meia hora antes das refeições principais, ajuda a baixar o colesterol e a inibir a fome. Um truquezinho aqui, outro acolá e vamos driblando os hábitos alimentares ruins. Eu como açúcar somente em bolos, tortas... o que faço muito raramente. Se gosta de leite à noite, tire o chocolate... Mais uma vez parabéns, Tetê!!
Bom fim de semana!!
Beijus,

Ane disse...

Menina,a esta altura vc já deve ter feito a avaliação,boa sorte!De novo,parabéns pela garra!Vc falou umas verdades aí,tem gente que come pra enterrar os sentimentos ruins,isso é um perigo!Manias também.Eu vou cobrar a foto do depois pra comparar com o antes,viu?Beleza de receita,adoro jerimum!Beijos!